A evolução da molécula de vitamina A utilizada em formulações cosmecêuticas

Conteúdo do artigo principal

Camila de Lima Oliveira
Camila dos Santos Ferro
Karina Longati
Sthefannie Victoria Santos da Cunha
Tairine Honda
Valéria Maria de Souza Antunes
Carlos Rocha Oliveira

Resumo

As vitaminas são indispensáveis em diversos processos biológicos, tornando-se crucial para o funcionamento do organismo humano. Devido seu potencial, diversas vitaminas são utilizadas para o desenvolvimento de cosmecêuticos. A Vitamina A foi o primeiro retinoide a ser estudado na área clínica, por sua importância na queretinização e diferenciação epitelial. Esta Revisão de Literatura tem o intuito de avaliar o aperfeiçoamento da molécula de vitamina A nos últimos 30 anos e a aplicação deste componente em formulações cosmecêuticas. Atualmente, os retinoides são uma das classes mais prescritas em dermatologia para preparações cosmeceuticas. São substâncias derivadas da Vitamina A, que de acordo com a literatura, possuem ação principalmente no tratamento de envelhecimento cutâneo, acne e fotoenvelhecimento. Observou-se uma série de inconvenientes associados a utilização de retinoides, como a instabilidade da molécula, os efeitos colaterais e o grande potencial teratogênico, dando início às pesquisas com objetivo de obtenção de um composto menos tóxico e com menores reações adversas. O primeiro composto utilizado foi o retinol, a forma ácida da Vitamina A, porém, um grande número de retinoides foram sintetizados ao longo dos anos, podendo ser caracterizados como de primeira, segunda e terceira geração. A mais recente molécula desenvolvida foi o retinoato de hidroxipinacolona, que
apresenta menor irritação da pele, menor instabilidade fotoquímica e toxicidade. Contudo, apesar dos avanços, os retinoides continuam foto instáveis, com potencial teratogênico e irritativo para a pele, não sendo, portanto, substâncias totalmente seguras para o uso.

Detalhes do artigo

Como Citar
1.
Oliveira C de L, Ferro C dos S, Longati K, Cunha SVS da, Honda T, Antunes VM de S, Oliveira CR. A evolução da molécula de vitamina A utilizada em formulações cosmecêuticas. Braz. J. Nat. Sci [Internet]. 25º de maio de 2018 [citado 24º de setembro de 2021];1(1):17. Disponível em: https://bjns.com.br/index.php/BJNS/article/view/13
Seção
Artigo Original

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>