Impacto real de aplicativos para triagem de câncer de pele

Conteúdo do artigo principal

Melissa Yoshimi Sakamoto Maeda Nisimoto
Renato Santos de Oliveira Filho
Heitor Carvalho Gomes
Eduarda Klockner
Rafael Rubinho
Lydia Masako Ferreira

Resumo

Introdução: O câncer de pele avançado possui um prognóstico mais reservado. Desse modo, a detecção e o tratamento precoce impactam muito no prognóstico do paciente. Com o intuito de disseminar a importância e auxiliar o autoexame de pele, inúmeros aplicativos para smartphone estão sendo comercializados e disponibilizados diretamente ao público, os quais incluem tutorial sobre auto exame e rastreamento de lesões. Esses aplicativos móveis com sistema de teledermoscopia são um meio eficiente para o diagnóstico precoce do câncer de pele. Objetivo: Revisar a literatura já publicada sobre uso de aplicativos baseados na telefonia celular e avaliar seu impacto na detecção do câncer de pele. Metodologia: Trata-se de uma revisão de literatura selecionando artigos e publicações relativas ao rastreamento e diagnóstico do câncer de pele utilizando aplicativos baseados na telefonia celular, publicados entre os anos de 2007 e 2020, encontrados em algumas bases de dados. De cada artigo selecionado foram extraídas informações e compilado sem uma tabela a qual foi utilizada para redigir a presente revisão. Resultados: Através das palavras chave estabelecidas foi realizada uma busca de artigos, totalizando 1101 artigos.  Desses foram selecionados 21 pela leitura do resumo, e, após leitura na íntegra destes artigos,  aplicando os critérios de inclusão e exclusão, selecionou-se 13 artigos para essa revisão. Os artigos selecionados demonstravam que os aplicativos para detecção de câncer de pele podem tornar-se um método eficaz, de baixo custo e portabilidade para identificação precoce do câncer de pele. Conclusão: Os aplicativos para detecção do câncer de pele ainda são tecnologia emergente, que necessita de validação científica e aprimoramento. Porém, nota-se uma perspectiva positiva quanto ao seu impacto na saúde.

Detalhes do artigo

Como Citar
1.
Yoshimi Sakamoto Maeda Nisimoto M, Santos de Oliveira Filho R, Carvalho Gomes H, Klockner E, Rubinho R, Masako Ferreira L. Impacto real de aplicativos para triagem de câncer de pele. Braz. J. Nat. Sci [Internet]. 4º de março de 2021 [citado 24º de setembro de 2021];4(1):606 - 613. Disponível em: https://bjns.com.br/index.php/BJNS/article/view/137
Seção
ARTIGOS EM FLUXO CONTÍNUO - ISSN 2595-0584
Biografia do Autor

Melissa Yoshimi Sakamoto Maeda Nisimoto, Universidade Federal de São Paulo - São Paulo - Brasil

Discente do Mestrado Profissional em Ciência, Tecnologia e Gestão aplicadas à Regeneração Tecidual da UNIFESP; Médica dermatologista do corpo clínico do Hospital 9 de Julho

Renato Santos de Oliveira Filho, Universidade Federal de São Paulo - São Paulo - Brasil

Doutor em Medicina pela USP e Pós-Doutor pela UNIFESP, Coordenador Setor de Melanoma e Tumores Cutâneos da DIsciplina de Cirurgia Plástica da UNIFESP.

Heitor Carvalho Gomes, Universidade Federal de São Paulo - São Paulo - Brasil

Cirurgião Plástico. Prof. Orientador do Mestrado Profissional em Ciência, Tecnologia e Gestão, aplicadas à Regeneração Tecidual, da Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP.

Eduarda Klockner, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS - Brasil

Acadêmica de medicina na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS. 

Rafael Rubinho, Faculdade Santa Marcelina

Acadêmico da Faculdade Santa Marcelina. 

Lydia Masako Ferreira, Universidade Federal de São Paulo - São Paulo - Brasil

Universidade Federal de São Paulo - São Paulo - Brasil

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)