Estresse | ansiedade | aromaterapia: Pelo olhar da Osmologia, ciência do olfato e do odor

Conteúdo do artigo principal

Carlos Jorge Rocha Oliveira
Fernando do Amaral

Resumo


Nesta breve revisão, buscamos estabelecer o estado da arte sobre o tema com a definição de estresse / ansiedade  como resposta do organismo ao meio através de agentes estressores. Analisamos a realidade das doenças no mundo e no Brasil tendo como percepção a realidade do dia a dia das pessoas. Buscamos dar entendimento ao estresse como modulador da resposta do indivíduo na forma de comprometimento da cognição, emoção e comportamento. Fizemos propostas de ações técnicas práticas inovadoras dentro das especialidades com envolvimento dos óleos essenciais / aromaterapia e analisamos os dados da pesquisa científica sobre óleos essenciais / aromaterapia que buscam qualificar seu uso em quantidade e tempo dependente para sua eficácia. Os procedimentos utilizados no presente trabalho foram: 1. Pesquisa bibliográfica sobre o tema nas principais bases de dados – Biblioteca Virtual em Saúde (BVS); Scientific Electronic Library Online (SciELO), U. S. National Library of Medicine (PubMed).  2. Reflexão crítica sobre o material obtido e 3. Elaboração de sínteses a respeito do tema.


Detalhes do artigo

Como Citar
1.
Oliveira CJR, Amaral F do. Estresse | ansiedade | aromaterapia: Pelo olhar da Osmologia, ciência do olfato e do odor. Braz. J. Nat. Sci [Internet]. 21º de maio de 2019 [citado 29º de junho de 2022];2(2):página 92. Disponível em: https://bjns.com.br/index.php/BJNS/article/view/57
Seção
Artigo de revisão em fluxo contínuo

Referências

1. LABRADOR, F.J, Crespo M. Evalución del estrés. In: Fernandéz-Ballesteros R. Evaluación conductual hoy. Un enfoque para el cambio en psicologia clínica y de la salud. Ediciones pirámide S.A – Madrid; 1994. p. 484-529.
2. Organização Mundial de Saúde. Classificação de transtornos mentais e de comportamento da CID-10. Descrições clínicas e diretrizes diagnósticas. Porto Alegre: Artes Médicas; 1993.
3. SACCO, P. R. Aromaterapia no auxílio do combate ao estresse: bem-estar e qualidade de vida. Revista Científica da FHO|UNIARARAS v. 3, n. 1/2015.
4. LIPP, M. N. Como enfrentar o stress. 5. ed. São Paulo: Ícone, 1998, 87 p.
5. HOROWITZ, S. Aromatherapy: current and emerging applications. Altern Complemen Therapies. 2011 Feb; 17(1): 26-31.
6. CORAZZA, S. Aromacologia: uma ciência de muitos cheiros. 3ª ed. São Paulo: Editora SENAC; 2002.
7. LYRA, C.S. A aromaterapia científica na visão psiconeuroendócrinoimunologia: um panorama atual da aromaterapia clínica e científica no mundo e da psiconeuroendocrinoimunologia [dissertação]. São Paulo: Universidade de São Paulo; 2009.
8. GUYTON, A.C, Hall JE. Textbook of Medical Physiology. 12th ed. Philadelphia: Saunders Elsevier; 2010.
9. THIAGO da Silva Domingo; ELIANA Mara Braga. Aromaterapia e ansiedade: revisão integrativa da literatura. Cad. Naturol. Terap. Complem – Vol. 2, N° 2 – 2013.
10. ISCHKANIAN, P.C; Pelicioni, M.C.F. Desafios das práticas integrativas e complementares no SUS visando à promoção da saúde. Rev Bras Crescimento Desenvolv Hum. 2012 Mai-Ago; 22(2): 233-8.
11. GORN, S.B ,Navarro SA, Solano NS. El uso de las terapias alternativas e complementarias enpoblación mexicana com transtornos depressivos y de ansiedad: resultados de una encuesta em la Ciudad de México. Salud Ment. 2009 Mar-Abr; 31(2):107-15.
12. SILVA, J., Abebe, W., Sousa, S.M., Duarte, V.G., Machado, M.I.L., Matos, F.J.A., 2003. Analgesic and anti-inflammatory effects of essential oils of Eucalyptus. J. Ethnopharmacology. 89, 277–283.
13. HAJHASHEMI, V., Ghannadi, A., Sharif, B., 2003. Anti-inflammatory and analgesic properties of the leaf extracts and essential oil of Lavandula angustifolia Mill. J. Ethnopharmacol. 89, 67–71.
14. PERRY, N.S., Bollen, C., Perry, E.K., Ballard, C., 2003. Salvia for dementia therapy: review of pharmacological activity and pilot tolerability clinical trial. Pharmacol. Biochem. Behav. 75, 651–659.
15. SANTOS, D. C., Baretta, I. P. Aromaterapia no Tratamento da Depressão. 2005, pg. 24.
16. SILVA, A.R. Tudo sobre aromaterapia: como usá-la para melhorar sua saúde física, emocional e financeira. 2a ed. São Paulo: Roca; 2004.
17. PRICE, S. Aromaterapia e as emoções: como usar óleos essenciais para equilibrar o corpo e a mente. 2a ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil; 2002.
18. JULIANA Rizzo Gnatta; Eliane Vasconcellos Dornellas; Maria Júlia Paes da Silva. O uso da aromaterapia no alivio da ansiedade. Acta Paul Enferm 2011;24(2):257-63.
19. JULIANA Rizzo Gnatta; Patrícia Petrone Piason; Cristiane de Lion Botero Couto Lopes; Noemi Marisa Brunet Rogenski; Maria Júlia Paes da Silva. Aromaterapia com Ylang ylang para ansiedade e autoestima: estudo piloto. Ver. Esc. Enferm. USP 2014; 48(3):492-9. DOI: 10.1590/S0080-623420140000300015
20. THIAGO da Silva Domingo; ELIANA Mara Braga. Aromaterapia e ansiedade: revisão integrativa da literatura. Cad. Naturol. Terap. Complem – Vol. 2, N° 2 – 2013.
21. NDAO, D.H, Ladas EJ, Sands SA, Snyder KT, Garvin JH Jr, et al. Inhalation aromatherapy in children and adolescents undergoing stem cell infusion: results of a placebo-controlled double-blind trial. Psycho Oncol. 2012 Mar; 21(3): 247-54.
22. O’FLAHERTY, L.A, Van Dijk M, Albertyn R, Rode H. Aromatherapy massage seems to enhance in children with burns: an observational pilot study. Burns. 2012 Sept; 38(8): 840-5.
23. SERFATY, M.; Wilkinson S; Freeman C; Mannix K; King M. The ToT Study: helping with touch and talk (ToT): a pilot randomized controlled trial to examine the clinical effectiveness of aromatherapy massage versus cognitive behavior therapy for emotional distress in patients in cancer/palliative care. Psycho Oncol. 2012 May; 21(5) 563-9.
24. FUKUI, H; Toyoshima K; Komaki R. Psychological and neuroendocrinological effects of odor of saffron (Crocus sativus). Phytomedicine. 2011 Jun; 18(8-9): 726-30.
25. GNATTA, J.R; Dornellas E.V; Silva M.J.P. O uso da aromaterapia no alívio da ansiedade. Acta Paul Enferm. 2011 Set; 24(2): 257-63.
26. GRUNEBAUM, L.D; Murdock J; Casatanedo, Tardan M.P; Baumann, L.S. Effects of lavender olfactory input on cosmetic procedures. J Comest Dermatol. 2011 Jun; 10(2): 89-93.
27. STRINGER, J; Donald, G. Aromaticks in cancer care: an innovation not to be sniffed at. Complement Ther Clin Pract. 2011 May; 17(2): 116-21.
28. BRADEN, R; Reichow S; Halm, M.A. The use essential oil lavandin to reduce preoperative anxiety in surgical patients. J. Perianesth Nurs. 2009 Dec; 24(6): 348-55.
29. KRITSIDIMA, M; Newton, T. Asimakopoulou K. The effects of lavender scent on dental patient anxiety levels: a cluster randomized-controlled trial. Communit Dent Oral Epidemiol. 2010 Feb; 38(1): 83-7.
30. LYRA, C.S; Nakai, L.S; Marques, M.P. Eficácia da aromaterapia da redução de níveis de estresse e ansiedade em alunos de graduação da área da saúde: estudo preliminar. Fisioterapia pesquisa. 2010 Jan-Mar; 17(1): 13-17.
31. TAKEDA, H; Tsujita, J; Kaya, M; Takemura, M; Oku, Y. Differences between the physiologic and psychologic effects of aromatherapy body treatment. J Altern Complement Med. 2008 Jul-Aug; 14(6): 655-61
32. KUTLU, A; Yilmaz, E, Çaçan D. Effects of aroma inhalation on examination anxiety. Teach Learn Nurs. 2008 Oct; 3(4): 125-30.
*Acesso on-line
https://midia.atp.usp.br/impressos/redefor/EnsinoBiologia/Fisio_2011_2012/Fisiologia_v2_semana02_parte2.pdf - Acesso em 26/04/2019.

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.