Suplementação de selênio em indivíduos portadores de tireoidite de Hashimoto

Conteúdo do artigo principal

Fatima Fakih
Verônica Rennó

Resumo

A tiroide e um órgão de extrema importância para o ser humano por exercer funções imprescindíveis no organismo. Dentre as doenças que o órgão pode apresentar destaca-se a tireoidite de Hashimoto, um dos tipos de hipotireoidismo que possui etiologia autoimune que, atualmente, não tem cura. O estudo teve como objetivo avaliar a relação do selênio no controle e tratamento da tireoidite Hashimoto através de uma revisão de literatura realizada no período entre agosto e outubro de 2021, onde foram considerados os artigos publicados nos 10 últimos anos, que estavam disponíveis online na íntegra; escritos em inglês, português ou espanhol, a partir de estudos originais. Os resultados mostram que apesar de a literatura apresentar alguns estudos que apontam para a ineficácia da suplementação de selênio no tratamento da tireoidite de Hashimoto, diversos estudos publicados mostram que a suplementação desse mineral é relevante no auxílio do controle da doença. Sob este ponto de vista, deve-se avaliar de forma individual e específica cada indivíduo, analisando exames bioquímicos e consumo alimentar para que se possa atingir resultados satisfatórios quando se pensa em suplementação. É importante ainda, avaliar as fontes de selênio, doses e período de suplementação para constatar os benefícios que o selênio pode proporcionar para a saúde da tireoide e por consequência conquista da qualidade de vida.

Detalhes do artigo

Como Citar
1.
Fakih F, Rennó V. Suplementação de selênio em indivíduos portadores de tireoidite de Hashimoto. Braz. J. Nat. Sci [Internet]. 26º de outubro de 2021 [citado 4º de dezembro de 2021];4(2):E1492021, 1-6. Disponível em: https://bjns.com.br/index.php/BJNS/article/view/149
Seção
Artigos de Revisão

Referências

- Carvalho GA, Perezc LS, Ward LS. Utilização dos testes de função tireoidiana na prática clínica. Arq Bras Endocrinol Metab 2013;57(3): 193-204, 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/abem/v57n3/v57n3a05.pdf Acesso em 02 de fevereiro de 2021.

- Valente O. Rastreamento diagnóstico das principais disfunções da tireoide. Diagn Tratamento 2013;18(1): 49-51. Disponível em: https://www.saudedireta.com.br/docsupload/1382440739a3446.pdf Acesso em 28 de dezembro de 2020.

- Vilela LRR, Fernandes DC. Vitamina D e Selênio na Tireoidite de Hashimoto: espectadores ou jogadores? Demetra 2018;13(1): 241-262. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/demetra/article/view/30496#:~:text=Conclus%C3%A3o%3A%20indiv%C3%ADduos%20com%20tireoidite%20de,convincentes%20que%20sustentem%20essa%20conduta. Acesso em 13 de fevereiro de 2021.

- Kuhnert LRB. Tireoidite de Hashimoto, aspectos fundamentais e importância da diferenciação de métodos diagnósticos de espécies imunológicas e hormonais. Dissertação de mestrado apresentada a Universidade Federal Fluminense. 62 f. 2013. Disponível em: https://app.uff.br/riuff/bitstream/1/5180/1/Lia%20Rafaella%20Ballard%20Kuhnert%202013.2%20TCC.pdf Acesso em 11 de janeiro de 2021.

- Pereira AM et al. Disfunções tireoidianas relacionadas o estado físico e interação medicamentosa. Revista Saúde em Foco – Edição nº 10 – p. 667-683, 2018. Disponível em: https://portal.unisepe.com.br/unifia/wp-content/uploads/sites/10001/2018/08/078_Disfun%C3%A7%C3%B5es_tireoidianas_relacionadas_ao_estado_f%C3%ADsico_e_intera%C3%A7%C3%A3o_medicamentosa.pdf Acesso em 15 de fevereiro de 2021.

- Sociedade Brasileira De Endocrinologia e Metabologia. Tireoide. 2018. Disponível em: Tireóide - Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Acesso em 13 de janeiro de 2021.

- Stuss M, Michalska K, Sewerynek E. The role of selenium in thyroid gland pathophysiology. Endokrynologia Polska, 2017;68(4):201-215. Disponível em: The role of selenium in thyroid gland pathophysiology | Stuss | Endokrynologia Polska (viamedica.pl) Acesso em 11 de agosto de 2021.

- Sena AA et al. Propiltiouracil e metimazol no tratamento de hipertireoidismo: uma revisão sistemática de relatos de caso. Universidade Católica do Salvador | Anais da 22ª Semana de Mobilização Científica- SEMOC | 2019. Disponível em: Propiltiouracil e metimazol no tratamento de hipertireoidismo: uma revisão sistemática de relatos de caso.pdf (ucsal.br) Acesso em 11 de julho de 2021.

- Moura JAG. Hipotireoidismo e sua relação com a gestação: consequências para as mulheres e seus filhos. Monografia apresentada a Atualiza Associação Cultural, como requisito parcial para obtenção do título de especialista em Enfermagem Obstétrica. 41 f. 2011. Disponível em: Microsoft Word - Julliana (bibliotecaatualiza.com.br) Acesso em 11 de julho de 2021.

- Lopes MS et al. Iodo e Tiróide: O que o Clínico Deve Saber. Acta Med Port, 2012;25(3): 174-178, 2012.

- Esteves C, Neves C, Carvalho D. O Selênio e a Tiróide. Arquivos de Medicina 2012;26(4):149-153.

- Mezzano TR, Nadal J. Efeito dos nutrientes e substâncias alimentares na função tireoidiana e no hipotireoidismo. Demetra 2016;11(2): 427-443. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/demetra/articl, e/viewFile/18304/17726#:~:text=Quantidades%20excessivas%20ou%20deficit%C3%A1rias%20de%20iodo%20e%20sel%C3%AAnio%20contribuem%20para,do%20T4%20em%20horm%C3%B4nio%20ativo. Acesso em 12 de janeiro de 2021.

- Nobrega PT. Selênio e a importância para o organismo humano- benefícios e controversas. Dissertação de Mestrado apresentada a Universidade Fernando Pessoa. 70 f. 2015. Disponível em: https://bdigital.ufp.pt/bitstream/10284/5418/1/PPG_20039.pdf Acesso em 28 de dezembro de 2020.

- Farias CR, et al. A randomized-controlled, double-blind study of the impact of selenium supplementation on thyroid autoimmunity and inflammation with focus on the GPx1 genotypes. J Endocrinol Invest 2015;38(10): 1065-1074.

- Nordio M, Basciani S. Treatment with Myo-Inositol and Selenium Ensures Euthyroidism in Patients with Autoimmune Thyroiditis. International Journal of Endocrinology, 2017. Disponível em: 2549491.pdf (hindawi.com) Aceso em 03 de julho de 2021.

- Rodrigues TA, Pescador MVB. Tireoidite de hashimoto após quadro inicial de doença de graves: relato de caso. 2020. Disponível em: pprint203.pdf (gn1.link) Acesso em 11 de junho de 2021.

- Mazokopakis EE, Papadomanolaki MG, Tsekouras K.C. Evangelopoulos AD, Kotsiris DA, Tzortzinis AA. Is vitamin D related to pathogenesis and treatment of Hashimoto’s thyroiditis? Hell J Nuc Med 2015;18(3): 222-227.

- Mazokopakis EE, Papadakis JÁ, Papadomanolaki MG et al. Effects of 12 months treatment with L-selenomethionine on serum anti-TPO Levels in Patients with Hashimoto’s thyroiditis. Thyroid 2007;17(7): 609-12.

- Nacamulli D et al. Influence of physiological dietary selenium supplementation on the natural course of autoimmune thyroiditis. Clin endocrinol 2010;73(4):535-539.

- Pirola I et al. Selenium supplementation in patients with subclinical hypothyroidism affected by autoimmune thyroiditis: Results of the SETI study. Revista endocrinologia e diabetes 2020;67(1):28-35. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S2530018019301581 Acesso em 14 de junho de 2021.

- Esposito D et al. Influence of hortterm selenium supplementation on the natural course of Hashimoto’s thyroiditis: clinical results of a blinded placebo-controlled randomized prospective trial. J Endocrinol Invest 2016 ;40(1) :83-89.

- Eskes AS et al. Selenite supplementation in euthyroid subjects with thyroid peroxidase antibodies. Clin Endocrinol (Oxf) 2014;80(3): 444-451.

- Maia AL et al. Consenso brasileiro para o diagnóstico e tratamento do hipertireoidismo: recomendações do Departamento de Tireoide da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Arq Bras Endocrinol Metab 2013;57(3): 205-232. Disponível em: https://www.endocrino.org.br/media/uploads/abem2013/abem_57-3.pdf Acesso em 03 de junho 2021.

- Wu Q et al. Low population selenium status is associated with increased prevalence of thyroid disease. J Clin Endocrinol Metab 2015;100(11):4037-4047.

- Stuss M, Michalska K, Sewerinek E. The role of selenium in thyroid gland pathophysiology. Endokrynologia Polska 2017;68(4): 29-38. Disponível em: The role of selenium in thyroid gland pathophysiology | Stuss | Endokrynologia Polska (viamedica.pl) Acesso em 11 de agosto de 2021.

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.