Aveloz - Euphorbiatirucalli : Toxicidade da planta

Conteúdo do artigo principal

Eliane Aparecida Ribeiro
Talita Kobayashi Mariano
Vitória Maria Pereira
Alexandre Massao Sugawara

Resumo

Muitas plantas são utilizadas empiricamente para tratamentos de doenças por serem naturais, as pessoas acreditam que elas possam oferecer um tratamento mais efetivo que os tratamentos tradicionais. O aveloz é uma planta bastante utilizada popularmente para fins medicinais relacionando-a ao combate ao câncer, mas pouco se sabe dos seus efeitos no organismo e sobre sua segurança toxicológica. O presente trabalho apresenta dois testes de determinação do potencial tóxico com o extrato hidroalcoólico desta planta. O primeiro experimento foi realizado expondo concentrações crescentes do extrato ao microcrustáceoArtemia salina. O segundo teste, foi realizado com raízes de cebolas por ser um método que indica se a substância tem efeito genotóxico. O teste com Artemias indica uma concentração letal 50% de 5765,35 ppm com intervalo de confiança de 4365,31 e 7614,40. O experimento com cebolas mostra que em todas as concentrações não houve redução do crescimento radicular, portanto, não houve inibição da mitose celular, por conta de algum efeito tóxico mitótico. Com os resultados dos experimentos feitos, é possível concluir que o aveloz apresenta baixa toxicidade. Porém, há necessidade de mais estudos e testes que comprovam a sua eficácia e segurança, para que possam ser utilizadas com segurança como terapia alternativa por quem as utilizam.

Detalhes do artigo

Como Citar
1.
Ribeiro EA, Mariano TK, Pereira VM, Sugawara AM. Aveloz - Euphorbiatirucalli : Toxicidade da planta. Braz. J. Nat. Sci [Internet]. 11º de janeiro de 2019 [citado 29º de junho de 2022];2(1):17. Disponível em: https://bjns.com.br/index.php/BJNS/article/view/49
Seção
Artigo Original