Preliminary observations of plastic debris in the gastrointestinal tract of sea urchin Tetrapygus niger
Download (English)

Palavras-chave

equinoderme
Peru
nanoplástico

Como Citar

1.
De-la-Torre G, Dioses-Salinas D, Huamantupa-Aybar S, Davila-Carrasco J. Preliminary observations of plastic debris in the gastrointestinal tract of sea urchin Tetrapygus niger. bjns [Internet]. 25jul.2020 [citado 13ago.2020];3(2):316. Available from: http://bjns.com.br/index.php/BJNS/article/view/94

Resumo

A poluição plástica é considerada uma das principais questões da época do Antropoceno. Os microplásticos (<5 mm) são o resultado da produção excessiva de plástico e lixo, tornando-se disseminada no ambiente. Neste estudo, foi relatada a presença e as características dos microplásticos extraídos do trato gastrointestinal do ouriço-do-mar Tetrapygus niger. Foi encontrada uma abundância média de 3,22 ± 0,49 microplásticos por indivíduo, variando de 1 a 5. As fibras eram do tipo dominante (75,9%), seguidas pelos fragmentos (24,1%). Em relação à cor, a maioria das partículas encontradas foi azul> vermelha> preta> verde. Esses resultados estão em níveis de magnitude inferiores aos relatados em outras espécies da mesma região. No entanto, os microplásticos podem se transferir de ouriços do mar para predadores em níveis tróficos mais altos, como mamíferos marinhos. Perspectivas para futuras pesquisas foram discutidas.

https://doi.org/10.31415/bjns.v3i2.94
Download (English)
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.